sábado, 28 de abril de 2012

Em Porto Alegre: a Casa de Cultura Mário Quintana


Passei uma tarde deliciosa com a minha pequena conhecendo a Casa de Cultura Mário Quintana, instituição ligada à Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul. Na tarde dourada, com o folder do espaço na mão, sentei-me com minha filha no Café dos Cataventos, para escolher o que visitaríamos:



As opções são inúmeras, pois a Casa, aberta em setembro de 1990 e instalada no local onde funcionou o Hotel Majestic (onde o Mário Quintana morou por muitos anos), é na realidade um complexo cultural, com espaços de cinema, artes visuais, teatro, dança, literatura, eventos, oficinas...adorei a proposta, e um dos meus espaços preferidos é o Jardim Lutzenberger, no quinto andar da Casa, com cantinhos charmosos para sentar, cujas coberturas, cheias de flores, também têm várias garrafinhas penduradas, com poemas dentro!! 



A Casa é enorme e deliciosa,  e merece que a gente reserve um dia inteiro para apreciá-la com tranquilidade! 




Recomendadíssima a visita!! Não poderia, contudo, terminar o post sem um poema do Mário Quintana, não é mesmo?

O que o vento não levou

No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as
                             [únicas
que o vento não conseguiu levar:

um estribilho antigo
um carinho no momento preciso
o folhear de um livro de poemas
o cheiro que tinha um dia o próprio vento...


Lindo, né? Me diz muito...

2 comentários:

  1. Interessante mesmo, Ma! Adoraria conhecer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale mesmo a pena, Mayra!! E traz o Eric tb, ele vai adorar!! Bjs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...